sábado, 4 de maio de 2019

QUANDO O CORAÇÃO SE ABATE...
Pr. Raul Marques

"Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim?"
Salmos 42:5



Há dias em que nos abatemos tão profundamente que nada parece nos conter... São inúmeras as circunstâncias que nos levam a este estado d'alma! Isto não tem nada a ver com ser fraco ou ser forte, pois "Tudo sucede igualmente a todos: o mesmo sucede ao justo e ao ímpio, ao bom e ao mau, ao puro e ao impuro; assim ao que sacrifica como ao que não sacrifica; assim ao bom como ao pecador; ao que jura como ao que teme o juramento.  Este é o mal que há em tudo quanto se faz debaixo do sol: que a todos sucede o mesmo" (Ec 9,2-3). Todos estamos sujeitos às agonias da existência!

Entretanto, quando nos sentimos assim, abatidos e desalentados, é o sinal vermelho que acende em nosso âmago nos informando que estamos carecendo desesperadamente do consolo e do conforto da presença de Deus! O salmista logo se dá conta disto: "A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e verei a face de Deus? As minhas lágrimas têm sido o meu alimento de dia e de noite, porquanto se me diz constantemente: Onde está o teu Deus? Salmos 42:2,3

Ele, como nós, logo imagina que Deus se afastou da sua presença... Certamente que o pensamento mais coerente e honesto é o que aponta para o nosso distanciamento do Senhor e não o contrário. No entanto nós, no desespero da angústia, da solidão e da impaciência, somos levados à acusação da ausência deliberada de Deus... 

Quando o nosso coração se abate é um sinal mais do que evidente da nossa carência espiritual; do nosso limitado poder de existir! O nosso procedimento deve ser na mesma direção em que foi o salmista: "Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a Ele que é o meu socorro e o meu Deus!". Quem, porventura, não já se sentiu assim ou está se sentindo assim? É hora de recorrer àquele que será sempre o nosso socorro bem presente na tribulação: Deus! Que Ele tenha misericórdia de todos  nós, todos os dias!

Nenhum comentário: